domingo, 27 de março de 2011

Felicidade Realista – Crônica de Martha Medeiros

A princípio bastaria ter saúde, dinheiro e amor, o que já é um pacote louvável, mas nossos desejos são ainda mais complexos.
Não basta que a gente esteja sem febre: queremos, além de saúde, ser magérrimos, sarados, irresistíveis.
Dinheiro? Não basta termos para pagar o aluguel, a comida e o cinema: queremos a piscina olímpica e uma temporada num spa cinco estrelas. E quanto ao amor?

sábado, 26 de março de 2011

Você acredita que tudo acaba após a morte?

Ao longo de minha vida tenho tido muita dificuldade para acreditar que tudo acabe.
Simplesmente uso a lógica e a observação, a intuição e o bom senso.                    
Vamos raciocinar juntos!

quarta-feira, 23 de março de 2011

Mulheres – Crônica de Luís Fernando Veríssimo

Essa crônica é uma homenagem as nossas leitoras mulheres, e aos nossos leitores homens será uma boa dica de como observar melhor as mulheres.

MULHERES

"Certo dia parei para observar as mulheres e só pude concluir uma coisa: elas não são humanas. São espiãs. Espiãs de Deus, disfarçadas entre nós.
Pare para refletir sobre o sexto-sentido.
Alguém duvida de que ele exista?

terça-feira, 22 de março de 2011

Uma trégua a realidade

Hoje resolvi não pensar... Apenas sentir...

Despertei cedo olhei pela janela e brilhava um sol atraente, apelativo.

Pulei da cama, espantei a preguiça e fui vestir-me, com muito pouca roupa. Apenas meu maio, sim maio e não biquíni, pois este não ficaria bem para minha idade e silhueta,...

Eram sete horas da manha e a temperatura já prenunciava um dia extremamente quente como é comum nesta prainha simpática e aconchegante do Estado do Espírito Santo.

sábado, 19 de março de 2011

MEME Literário de Andréa Ávila.


Fiquei muito feliz ao ser indicada pela amiga Samanta do Blog  Vida Real da Sam por dois motivos:

1º- Admiro muito a Samanta que me acolheu com um enorme carinho, e seu lindo blog sempre com artigos de uma sensibilidade e verdade como poucos.

2º- Jamais esperava essa indicação já que sou uma aprendiz de bogueira, com um blog ainda criança (um mês de vida).

quinta-feira, 17 de março de 2011

TSUNAMI x ACIDENTE NUCLEAR. Qual é mesmo o valor de nossa existência?

Estou perplexa, mas não surpresa com as últimas noticias que nos chegam do Japão.

Fico pensando e me perguntando se aquele povo, aquelas pessoas, e tantas outras vitimas destas últimas catástrofes, tiveram alguma vez na vida imaginado aquilo pelo qual estão passando  e o que ainda terão que enfrentar?

Penso que seja inimaginável!

terça-feira, 15 de março de 2011

Canção das mulheres - Lya Luft

Que o outro saiba quando estou com medo, e me tome nos braços sem fazer perguntas demais.

Que o outro note quando preciso de silêncio e não vá embora batendo a porta, mas entenda que não o amarei menos porque estou quieta.

Que o outro aceite que me preocupo com ele e não se irrite com minha solicitude, e se ela for excessiva saiba me dizer isso com delicadeza ou bom humor.

domingo, 13 de março de 2011

Ter um Blog é “PADECER” no paraiso!

Mas que loucura! Quando entrei nesta onda eu estava deprimida e “empoeirada”. Mas isto aqui é uma overdose de movimento!

Aconteceram tantas coisas, tantos comentários animadores e mais uma multidão de amigos, que acabei não tendo tempo para o desânimo.

Gente! Isto aqui é uma verdadeira embriagues, sem álcool ou qualquer química!

sábado, 12 de março de 2011

O MUNDO ESTA ACABANDO? OU É SÓ BURRICE HUMANA?

É surpreendente imaginar que as pessoas estejam assustadas e sobressaltadas com o que esta acontecendo pelo mundo! É algo tão simples, que até Nostradamus e outros pensadores com sensibilidade e clarividência, puderam visualizar, em suas viagens pelo tempo, tudo o que esta acontecendo nos dias de hoje.

E as pessoas ainda esperam por profetas para predizer seu futuro!

sexta-feira, 11 de março de 2011

Comentário não enviado vira artigo! Como assim?

Um belo dia no site do diHITT encontrei um artigo que comentava sobre as dúvidas em aceitar ou não comentários anônimos. Como eu conhecia pouco do site resolvi comentar como anônima por puro medo de aparecer mesmo.

terça-feira, 8 de março de 2011

Download do eBook: UMA MENTE INQUIETA.


Quem é Kay Jamison?
A cientista Kay Redfield Jamison, Professora Associada de Psiquiatria da "The Johns Hopkins University of Medicine", é figura de destaque em nosso meio. Co-autora, junto com o Dr. Frederick K. Goodwin, de um dos melhores textos técnicos sobre os Transtornos Afetivos ("Manic Depressive Illness", 1990), seu nome é referência indispensável para o médico dedicado aos pacientes com alterações do humor.

segunda-feira, 7 de março de 2011

A Depressão: Quem tem x Quem cuida.

Esta tão falada, decantada, e até quase definida como a ultima moda nas rodas sociais, alem do prozac, é claro, pode ser definida no dicionário como: de.pres.são. f. 1. Ação de deprimir-se. 2. Abaixamento de nível. 3. Anat. Achatamento ou cavidade pouco profunda. 4. Abatimento (físico ou moral).

Mas nenhum desses conceitos retrata a verdadeira cara e dor que permeiam o estado depressivo do psiquismo.

domingo, 6 de março de 2011

Receitas de dona Cacilda.

Dona Cacilda é uma senhora de 92 anos, miúda, e tão elegante, que todo dia às 08 da manhã ela já está toda vestida, bem penteada e discretamente maquiada, apesar de sua pouca visão.

E hoje ela se mudou para uma casa de repouso: o marido, com quem ela viveu 70 anos, morreu recentemente, e não havia outra solução...

quinta-feira, 3 de março de 2011

Depois de algum tempo...

Depois de algum tempo você aprende a diferença, a sutil diferença, entre dar a mão e acorrentar uma alma.
E você aprende que amar não significa apoiar-se, e que companhia nem sempre significa segurança.
E começa a aprender que beijos não são contratos e presentes não são promessas.  

quarta-feira, 2 de março de 2011

O problema é sério...

Um pouco de humor e reflexão.
Um paciente vai num consultório e diz para o psiquiatra:
- Toda vez que estou na cama, acho que tem alguém embaixo. Aí eu vou embaixo da cama e acho que tem alguém em cima. Pra baixo, pra cima, pra baixo, pra cima. Estou ficando maluco!
- Deixe-me tratar de você durante dois anos. – diz o psiquiatra. – Venha três vezes por semana, e eu curo este problema.
- E quanto o senhor cobra? – pergunta o paciente.

terça-feira, 1 de março de 2011

Depressão – diagnóstico e complicações.

Como é feito o diagnóstico de depressão?
Muitos pacientes com depressão não procuram atendimento especializado, com psiquiatria, permanecendo em acompanhamento com o clínico geral.

No entanto, às vezes é difícil para esse profissional reconhecer esse problema em alguns casos. Além disso, os próprios pacientes tendem a ser incapazes de assumir seu problema. Em um estudo, observou-se que, embora 21% dos pacientes que consultaram com seu médico, estivessem deprimidos, apenas 1% descreveu seu problema como sendo depressão.