domingo, 10 de abril de 2011

A tirinha que emocionou o mundo... Max gehringer

Refletindo sobre essas tirinhas lembrei-me do amigo Ricardo Roehe e não poderia deixar passar essa chance de prestar nosso apoio em sua maravilhosa proposta do Blog “Maus Tratos ao Idoso. Denuncie”. 

Temos a consciência que nestes dias imperam a indiferença, e o desamor e a violência, e que o afastamento da sabedoria e amor, que o passar do tempo nos ensinam e inspiram, é um dos responsáveis pelo mundo que estamos experimentando.

 
Quando você era bem pequeno... 

...eles gastavam horas lhe ensinando a usar talheres nas refeições... 


... ensinando você a se vestir, amarrar os cadarços dos sapatos, fechar os botões da camisa.. 

Limpando-o quando você sujava suas fraldas lhe ensinando a lavar o rosto a se banhar a pentear seus cabelos...

...lhe ensinando valores humanos...



Por isso...


   
...quando eles ficarem velhos um dia...e seria bom que todos pudessem chegar até aí (não preciso explicar...não é?)


...quando eles começarem a ficar mais esquecidos e demorarem a responder...


...não se chateie com eles...


...quando eles começarem a esquecer de fechar botões da camisa, de amarrar cadarços de sapato...


...quando eles começarem a se sujar nas refeições...


...quando as mãos deles começarem a tremer enquanto penteiam cabelo...


...por favor, não os apresse... porque você está crescendo aos poucos, e eles envelhecendo...

  
...basta sua presença... sua paciência... sua generosidade... sua retribuição...


 
...para que os corações deles fiquem aquecidos...


...se um dia eles não conseguirem se equilibrar ou caminhar direito...


...segure firme as mãos deles e os acompanhe bem devagar respeitando o ritmo deles durante a caminhada... da mesma forma como eles respeitaram o seu ritmo quando lhe ensinaram a andar...

fique perto deles...assim como...

 
...eles sempre estiveram presentes em sua vida, sofrendo por você... torcendo por você....
E vivendo "POR VOCÊ"


 
"Não eduque seu filho para ser rico, eduque-o para ser feliz.
Assim ele saberá o VALOR das coisas e não o seu PREÇO"
                                        ( MaxGehringer)

61 comentários:

  1. Muito boa! Assim podemos ver a realidade e ter mais paciência com aqueles que nos ensinou a viver :)

    Abraço

    ResponderExcluir
  2. É verdade Vinícios.
    Andamos descuidando muito dos ensinamentos e amor que recebemos.
    Abraços afetuosos e obrigada pelo apoio.

    ResponderExcluir
  3. Emocionante!Quisera eu, minha querida mãezinha estivesse aqui para que eu lhe desse o jantar na boca. Para que pudesse trocar-lhe as fraldas e colocá-la para dormir cantando, como ela sempre fez comigo. Fiz isso por um período bem curto e me senti muito honrada em poder devolver a ela todo o carinho e cuidado que ela sempre me deu. Mas juro que queria estar fazendo isso até hoje, apenas para sentir seu cheiro e beijar suas mãos. Pena que muitos negam a seus pais ainda vivos, o carinho que deles sempre recebeu!

    ResponderExcluir
  4. Querida amiga!
    Que depoimento emocionante e sincero!
    Estes são sentimentos que quem se permite experimentar, jamais vai se arrepender de qualquer coisa na vida com relação ao que é ser humana, amorosa e grata.
    Não existe amor maior ao que é recebido de nossos pais e avós. E se alguém o despreza ou renega, renega a própria fonte da vida e da virtude.
    Obrigada pelo depoimento amoroso e sincero.
    Um grande beijo!

    ResponderExcluir
  5. Olá amiga!

    Lindo, muito lindo esse texto...além de ser completamente verdadeiro...
    Enquanto o ser hunamo cresce ele se esquece muito rápido que como conseguiu se tormar independente,às vezes até parece que já nasceu sabendo tudo, andando e falando....
    É muito importante de vez em quando olharmos pra tráz e pensarmos em como conseguimos isso, e agradecer aos nossos pais equanto estão por aqui, reconhecer os cuidados que nos foram dados e assim nos conscientizarmos da impotância de cuidar bem deles a medida que vão se torrnando idosos e necessitando de mais cuidados e carinho.Cuidar de nossos pais e avós não deve ser encarado como obrigagação, mas como gratidão, e digo isso por experiência própria, pois minha filha teve o privilégio de conhecer seus dois bisavôs e os quatro avós maternos e paternos, hj ainda tenho a benção de poder conviver com minhas duas avós,tendo elas Vó Santa com 80 anos, completamente saúdavel e Vó Amália aos 94 anos com Alzhaimer, e que tem todo cuidado da família.Aprendemos muito com elas todos os dias é uma lição de vida...

    Bjos

    ResponderExcluir
  6. Querida Janete, obrigada pelas belas palavras e expressão de amor para quem tanto nos amou e ama.
    Também tenho uma "menina" caminhando para os 99 anos e que é um inesgotável exemplo de amor, sabedoria, lucidez, disposição e valorização da vida.
    vivemos em um verdadeiro círculo "virtuosos" em que amamos sinceramente, e recebemos de volta mais amor e disposição para viver.
    Somos diariamente inundados com seu entusiasmo e sabedoria.
    Um grande abraço carinhosos.

    ResponderExcluir
  7. Olá. Belo post. Cuidar dos idosos não é só ato de amor. É também nossa obrigação. Grande abraço.

    ResponderExcluir
  8. Olá Maria josé.
    Que bom receber tua visita em um tema tão caro para nós.
    Concordo com você em que se não houver o amor, que pelo menos prevaleça o dever, a obrigação.
    E é muito bom saber que contamos com tua companhia.
    Um grande abraço.

    ResponderExcluir
  9. Há que haver o amor pelos pais sim, senão é sinal de que estamos doentes. É impossível que não venhamos a ver como amor a doação da melhor parte da vida deles em prol de quem nem sabiam como viria, nem conheciam. Se isso não fosse amor, então o que mais seria?

    ResponderExcluir
  10. Emocionante mesmo! Não conhecia! Pra mim, que sou jovem é muito interessante! Além de me cativar me fez repensar em certas atitudes!
    Gostei mesmo! ^^

    ResponderExcluir
  11. Oi Ebrael, que bom te reencontrar.
    Realmente não é fácil entender filhos ou netos que não amem ou cuidem de seus pais e avós.
    E de fato, uma familia ou sociedade que não valoriza o avanço do tempo, naqueles que os antecedem, podem apresentar um sinal de falta de saúde.
    Até pessoas que não receberam este amor em plenitude, conseguem ter compaixão com os idosos.
    Uma abraço e obrigada pela visita

    ResponderExcluir
  12. Olá Italo, é um prazer contar com teu entusiasmo e participação!
    São estas questões despertadas pela juventude que garantem um futuro promissor.
    Beijos e obrigada pala participação.

    ResponderExcluir
  13. Oi querida,
    Emocionante é pouco!
    Se existe alguém na vinha vida que não meço sacrifício para acolher em todas as suas necessidades, é a minha véia.Quando não dá, não é por falta de vontade.
    Aliás, hoje eu ganhei o selo do Ricardo Roehe - Maus Tratos ao Idoso - lindo, lindo.
    Fiquei feliz igual pinto no lixo...
    É isso!
    Um abeijão querida.

    ResponderExcluir
  14. Olá querida Beth, tem mais é que se sentir como o pinto no lixo. kkkkkkkkkkkk.
    Teu trabalho e dedicação, por certo que merecem muitos selos.
    E fico feliz por contar com tua presença, enriquecendo com iniciativas e depoimentos, o nosso espaço.
    Beijos carinhosos e um grande abraço.

    ResponderExcluir
  15. Olá Luz querida!!! (acertei agora, hein? rsrs)
    Estou atrasada, mas fui compensada com essa linda mensagem que muito me tocou e emocionou.
    Interessante ler a passagem que diz que estamos "crescendo" enquanto nossos pais envelhecem... Muitas vezes me pergunto se crescemos de fato ou ficamos perdidos num tempo, paralisados e acreditando que ele não passa...
    Tenho acompanhado esse processo, minha querida, vendo meus pais passando pelas dificuldades da idade avançada, mas mantendo a dignidade necessária para que essa etapa da vida não lhes roube o brilho e a beleza da alma!
    E isso, através do meu amor, respeito e agradecimento eles jamais perderão!
    Quem dera que todos mantivessem em suas lembranças esses primeiros passos ensinados e com eles caminhassem por toda a vida!
    Grande beijo,
    Jackie

    ResponderExcluir
  16. Me emocionei com o texto, meu pai tem 80 anos e a pouco descobrimos que esta com Alzheimer, é muito difícil ver alguém que sempre foi tão forte e confiante começar a precisar dos cuidados alheios.

    ResponderExcluir
  17. Sinceramente eu tentei ler, só que essa fonte não deixou!

    ResponderExcluir
  18. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  19. Chorei...

    Lindo perfeito, é a lei da vida, hj eu vejo meus avós dos quais eu cuido com todo amor e cuidado que o meu tempo permite, tento fazer o maximo pq um dia eu sei que eles fizeram o maximo por mim.

    Eles são meus tesouros, devo a eles uma grande parcela de tudo o que sou hj.

    ResponderExcluir
  20. Muito Lindo, realmente me fez refletir batante! Felicidade não se compra, se conquista com gestos mais simples do que imaginamos! Parabéns, ótimo post

    ResponderExcluir
  21. Querida Jackie! Você acerta sempre minha linda!
    Que bom que gostastes.
    Realmente quem não consegue manter o afeto e cuidar com amor aqueles que nos deram a vida, cuidaram, protegeram e ensinaram com muito amor, os caminhos da vida, certamente não conseguiram aprender o que é o verdadeiro amor!
    É triste saber e conhecer pessoas que não conseguem aproveitar as verdadeiras riquezas da vida.
    Um grande beijo minha amiga

    ResponderExcluir
  22. Querida Minka!
    Obrigada pelo comentário, e sei que terás força para aceitar e acompanhar teu querido pai.
    Beijos e um grande abraço.

    ResponderExcluir
  23. Querido Bruno, vamos reavaliar a fonte. Obrigada pela dica.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  24. Obrigada locotolo.
    Vamos dar uma olhada sim.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  25. Oi Tassiane, que linda tua declaração!
    E também nos emociona saber que conseguimos passar o sentimento que temos em nossos corações.
    Um grande beijo para ti e teus tesouros.

    ResponderExcluir
  26. Valeu Alexandre.
    E obrigada pelo comentário.
    Um grande abraço.

    ResponderExcluir
  27. Oi Anônimo!
    Obrigada pelas palavras de elogios a no nosso trabalho.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  28. fui abraçar a minha avó depois de ler isso

    ResponderExcluir
  29. Querido amigo anônimo.
    Só este teu gesto maravilhoso já justifica nossa tentativa de conscientizar sobre o amor e importância dos idosos.
    Lindo gesto.
    Beijos carinhosos.

    ResponderExcluir
  30. Muito bom. Pena que as coisas hoje não andam assim por aqui. Graças a Deus meu pai e minha mãe me ensinaram a ter respeito por todos independente de cor, raça, idade, sexo... Parabéns pelo post. Muito Bom!

    ResponderExcluir
  31. Obrigada pelos parabéns, mas assim como você, que ama e valoriza seus pais, para nós é fácil abordar este tema pois também amamos os idosos de nossa familia.
    Um grande abraço.

    ResponderExcluir
  32. A tira e muito legal mas eu queria uma pergunta sobre o comentario no fim da tira,,
    qual e a diferença entre VALOR e PREÇO??

    ResponderExcluir
  33. Querido Lucas.Pela minha experiência entendo o valor como uma mensuração a respeito das qualidades de alguem ou alguma coisa. E preço tem a ver com a quantidade necessária para se adquirir coisas de valor.
    Ainda que algumas coisa ou pessoas, nem tenham preço, como é o caso de nossos velhinhos!
    Abraços.

    ResponderExcluir
  34. quase chorei vendo isso dai porq meus pais fizeram o mesmo q estar descrito ai, realmente farei o msm por eles o q eles fazem por mim atualmente!

    ResponderExcluir
  35. Quase chorei pensando em como eu trato mamãe e papai mal ultimamente, só porque eles estão surdos e esquecidos ='(

    ResponderExcluir
  36. Fantastico..... um dos melhores posts que eu ja vi =D

    parabens

    ResponderExcluir
  37. Oi Anônimo, que legal que gostastes e que estas embuido deste espírito de amor e retribuição.
    Um grande abraço.

    ResponderExcluir
  38. Oh! Gilherme, que coisa linda e gratificante este teu comentário!
    Sabemos que existe muito amor em teu coração para poder dizer o que nos disse em teu comentário.
    Um grande abraço e muito amor.

    ResponderExcluir
  39. Obrigada pelos comentários elogiosos Ricardo.
    E principalmente por demonstrares que a internet é um excelente canal para divulgarmos mensagens construtivas e uteis.
    Um grande abraço.

    ResponderExcluir
  40. Olá !
    Queria parabenizar a postagem,cuja qual emocionou-me imensamente.Lembrei-me da minha infância,dos meus avós e do amor que ELES me ensinaram a sentir de uma maneira verdadeira.
    Hoje,tenho uma Bisa de consideração e a amo muito. Faço por ela o mesmo que faria por qualquer pessoa que precisasse de auxilio,sempre com muito amor.
    Seria interessante se todos pensassem dessa forma,que ajudassem aqueles que lhes ajudaram um dia,ou até mesmo aqueles que você ao menos conhece mas que precisa de ajuda.Só assim conheceriamos um mundo melhor,e o ser humano passaria a ser cada vez mais iluminado.
    Muita paz,amor e luz pra você. Um grande beijo :)

    ResponderExcluir
  41. Querido Misunderstood.
    Obrigada pelo elogio.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  42. Oi Thaís Cristina.
    Obrigada pelos parabéns, mas é você quem deve ser parabenizada pela linda mensagem com que nos brinda.
    E se todos pensassem e agissem como você tenho certeza que o mundo seria muito mias iluminado.
    Muita paz e Luz também para você.
    Um grande e carinhoso abraço.

    ResponderExcluir
  43. Que mensagem profunda e linda! Sinto alegria ao constatar que fui educada para dar valor à vida. Amo estar perto de idosos e ouvir seus ensinamentos. É maravilhosa a troca que experimentamos quando nos permitimos aprender, não é?
    Quando eu for idosa, espero ser tratada e respeitada da maneira que trato e respeito a quem tanto já viveu e se doou por nós. Desejo mais, que todos os idosos sejam acarinhados, ouvidos e respeitados. sei que a estrada, ainda, é longa, mas se não começarmos a traçá-la, jamais chegaremos a nosso destino, que é a igualdade em nossas diferenças e o respeito a essas diferenças.
    Bjo e paz pra ti.

    ResponderExcluir
  44. Querida marinha!
    Obrigada pelo apoio a esta iniciativa de mostrar para as pessoas que possam estar um pouco esquecidas de seus idosos, o quanto é gratificante e prazeiroso amar estes tesouros que temos em nossas casas.
    Existem pessoas que lamentam e choram não poder contar com estas relíquias, enquanto outros dão pouco valos.
    Um beijo e paz para ti também.

    ResponderExcluir
  45. Olá! Ótimo post! Realmente estamos precisando de mais posts assim. Eu sempre respeitei minha avó, tive muita paciência com ela, sempre amei muito ela. Infelizmente ela não está mais aqui. Mas em relação a isso, estou bem tranquila! Acho que todos deveriam respeitas os idosos, pois um dia ficaremos velhos também.

    ResponderExcluir
  46. Oi Daniella.
    Que bom que aprovas esta nossa forma de uso da internet.
    E abordas um ponto de vista fundamental, que é a forma como gostaríamos de ser tratados. E nem sempre lembramos que também poderemos ser velhos um dia.
    Um grande abraço e obrigada pelo comentário.

    ResponderExcluir
  47. m.vzanetti!
    Que bom que nosso trabalho te ajudou a expressar emoções tão importantes para nosso crescimento.
    Um beijo carinhoso.

    ResponderExcluir
  48. A vida é troca, é amor, é dedicação. Abraços

    ResponderExcluir
  49. Querido victor!
    Suas palavras refletem bem o homem social que és!
    Obrigada pela visita e parabéns pelo seu trabalho!
    Um grande abraço!
    Flora!

    ResponderExcluir
  50. Olá amiga,muito linda,meus pais fizeram de tudo para mim,hoje graças a Deus eu reconheço e valorizo muito eles,embora meu pai não esteja mais conosco,eu admiro a fortaleza e a inteligência da minha amada e querida mãe,são anos de jornada e experiências e muita sabedoria,devemos respeita-los e ouvi-los!!!!
    bjssssss!!!

    ResponderExcluir
  51. Querido Mauro!
    Não imaginas alegria que sentimos cada vez que alguém expressa, assim como fizestes, o amor e carinho atribuídos aos nossos amados pais e avós, e até bis avós para alguns.
    Obrigada pelo carinho e um forte abraço, para você e sua querida mãe!
    Flora!

    ResponderExcluir
  52. Que lindo! Não tinha visto essa tirinha ainda.
    Grande mensagem não só de respeito, mas também de gratidão, coisa que os orientais tanto pregam.

    Um beijo!
    cacotopico.blogspot.com

    ResponderExcluir
  53. Querida Bruna!
    Desculpa a demora em te responder.
    Andei por teus espaços e gostei muito.
    Que bom que também gostou das tirinhas, elas são maravilhosas!
    Um grande abraço e sucesso!
    Flora!

    ResponderExcluir
  54. De fato querido Correa!
    Esta tem sido a sensação da maioria das pessoas.
    Até por isso fizemos o vídeo de forma bem diferente dos já existentes e que pode ser encontrado na pagina de nossos vídeos.
    Obrigada pela visita!
    Beijos!
    Flora e Andréa!

    ResponderExcluir
  55. Só o amor constrói coisas dignas.

    ResponderExcluir
  56. olá querida Rachel!
    Realmente o amor é o fundamento da vida!
    E tu consegue descrevê-lo magistralmente com teus textos!
    O brigada pela honra de tua visita.
    Um grande abraço!
    Flora!

    ResponderExcluir
  57. Vi o seu vídeo, e refleti todas as coisas que fiz na minha vida, obrigado por mostrar mesmo pra mim coisas que eu não dava importância.
    Ou que sabia mas tinha medo de ver .tchau! Agradeço!

    ResponderExcluir

Seu comentário é muito importante para nós.
Participe.